ATA Nº5 2015 | REUNIÃO DE MAIO DE 2015

0
63

Aos 5 dias do mês de maio do ano de 2015, pelas 21 horas, reuniu o elenco da Junta de Freguesia de São Roque, na sua sede, na Rua Doutor José de Almeida Pavão, sob a presidência de Pedro Miguel Medeiros Moura, estando ainda presentes Paulo Ricardo Duarte Ferreira secretário, e a Tesoureira Marta Margarida Farias de Medeiros Gouveia. —————————– Na agenda da reunião constava a proposta de aquisição de uma casa na Rua do Terreiro, confrontando com as instalações da Sociedade Corretora. O senhor Presidente explicou o objetivo da aquisição da casa: a sua demolição para construção de um parque de estacionamento e inicio de uma via alternativa com saída na Escola das Maricas. Essa via já discutida com o Governo regional através do Serviço de Estradas, engenheiro José Jorge Frazão Fraga, e com a Câmara Municipal, Presidente José Manuel Boleeiro, é essencial para a segurança dos peões e dos próprios automobilistas que na Estrada Regional Rua do Terreiro circulam num espaço estreito e sem passeios. A obra, depois de concluída, dará um grande impulso à economia da freguesia possibilitando a abertura de novos negócios, disponibilização de terrenos para construção, criação de lugares de estacionamento, valorização do imobiliário, melhoria do acesso à Escola das Maricas e acima de tudo aumentará significativamente a segurança na circulação de viaturas e peões na Rua do Terreiro e será mais uma importante via de acesso ao socorro em caso de catástrofe. A junta decidiu por isso proceder à aquisição da casa e respetivo quintal. A juntas decidiu ainda mandatar o presidente para dar inicio ao processo, pressionando as entidades a darem os apoios necessários para a compra do prédio e posteriormente para a conclusão do projeto ou em alternativa que assumam elas mesmo (Camara ou Governo Regional) a compra do prédio e a abertura da estradada, o que, na opinião da Junta. há muito deviam ter feito. ——————————————————————-Para que a obra avance e para que não se perca a oportunidade de comprar a referida casa e terreno (agora à venda) e que constituem a única possibilidade ( as outras envolveriam orçamentos exorbitantes) de efetuar uma via alternativa na zona, a Junta decide mandatar o senhor Presidente para assinar contracto de promessa de compra e venda do prédio no valor total de 60.000,00 com uma entrada de 6.000 a pagar brevemente e logo que haja disponibilidade de meios.——————————————————————————————–A junta congratulou-se com o inicio dos trabalhos de limpeza e preparação de instalação de um pequeno estaleiro para a rápida concretização da obra de recuperação do Portinho da Corretora tendo mandatado o presidente para mandar elaborar um documento a enviar à Direção dos Assuntos do Mar explicando o que se pretende fazer e solicitando apoio técnico.—A junta congratulou-se com a admissão de mais 12 trabalhadores ao abrigo do programa PROSA efetivada a 27 de abril passado. Assim depois de em 2014 ao abrigo destes programas ocupacionais, termos admitidos 34 trabalhadores este ano já contratamos ao abrigo dos mesmos programas 71 pessoas. ———————————————————————————–Foram autorizados diversos pagamentos a fornecedores e pessoal, justificados pelas respetivas faturas e recibos nomeadamente: rendas CTT 500,00 Paulo Jorge Velho Cabral 550,00 Direção Regional Transportes 944,82 Viagens Micaelense 864,92 Agencia Viagens Teles 407.30 (participação reuniões Anafre na Terceira e em Lisboa) —————————————————

 

 

E nada mais havendo a tratar, deu-se por encerrada reunião, da qual foi lavrada a presente ata que, depois de lida e aprovada foi assinada pelos presentes. ———————————————-

 

O presidente da Junta

Pedro Miguel Medeiros Moura

 

O secretário da Junta

Paulo Ricardo Duarte Ferreira

 

A tesoureira da Junta

Marta Margarida Farias de Medeiros Gouveia